Esporte

Puma deixará de patrocinar seleção de futebol de Israel

A marca alemã Puma deixará de fornecer os uniformes da seleção israelense de futebol após o fim do atual contrato de patrocínio, em 2024.

Segundo a empresa, esta decisão foi tomada no final de 2022, antes da guerra que teve início após o ataque lançado pelo Hamas no sul de Israel no último dia 7 de outubro.

Um porta-voz declarou à AFP nesta terça-feira (12) que a Puma decidiu “aplicar sua nova estratégia de marketing ‘menos, maior, melhor’ também no marketing esportivo”, que consiste em não renovar o patrocínio de algumas federações, “como Israel e Sérvia”.

Com seu novo presidente, Arne Freundt, que chegou no final de 2022, a Puma revisou seus contratos com algumas seleções, levando em conta parâmetros como venda de camisas e a participação em grandes torneios internacionais

Israel não disputa a Copa do Mundo desde a edição de 1970, no México.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo