Política

Rayssa Leal e Filipe Toledo são indicados ao Prêmio Laureus 2024

Rayssa Leal, campeã mundial de skate street e Filipe Toledo, bicampeão do Championship Tour (CT), foram indicados ao Prêmio Laureus, principal premiação do esporte mundial. Os brasileiros foram reconhecidos pelo destaque obtido na temporada de 2023 e concorrem na categoria melhor atleta de ação.

Os feitos de Rayssa Leal e Filipe Toledo em 2023

Rayssa Leal conquistou o título mundial de skate street em fevereiro de 2023 e medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos Santiago 2023, em outubro. Filipe Toledo, por sua vez, sagrou-se bicampeão do Championship Tour (CT), a principal competição do surfe internacional.

Prêmio Laureus 2024: as categorias e os indicados

O Prêmio Laureus 2024 inclui oito categorias: Melhor atleta mulher do ano, Melhor atleta homem do ano, Equipe do ano, Revelação do ano, Retorno do ano, Melhor paratleta, Melhor atleta nos esportes de ação e Esporte pelo bem. Esta última categoria premia seis programas sociais que usam o esporte para transformar vidas de crianças e adolescentes.

Entre os indicados na categoria Esporte pelo bem está o “Bola pra Frente”, fundado pelo medalhista de prata no futebol em Seul 88 e campeão da Copa do Mundo FIFA 1994, Jorginho. O programa utiliza o esporte para desenvolver competências socioemocionais e promover a cidadania.

Laureus 2024: criterio e vencedores

Os vencedores do Prêmio Laureus são escolhidos por um júri de 69 membros, composto por detentores de títulos Olímpicos, recordistas mundiais e atletas que transformaram o esporte. A premiação ocorre desde 2000 e está em sua 25ª edição. Os vencedores serão anunciados em uma cerimônia que será realizada em Madri (Espanha), no dia 22 de abril, no Palácio de Cibeles.

Brasil no Prêmio Laureus

Entre os brasileiros, Daniel Dias foi escolhido melhor paratleta do ano em três edições (2009, 2013 e 2016). Bob Burnquist recebeu o prêmio na categoria melhor atleta nos esporte de ação em 2022. Em 2003, a Seleção brasileira masculina de futebol foi premiada na categoria equipe do ano e Ronaldo Nazário, o “Fenômeno”, levou o troféu na categoria “retorno do ano”.



Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo