Entretenimento

Riken Yamamoto ganha Prêmio Pritzker 2024, considerado o Nobel da arquitetura


Anúncio foi feito nesta terça-feira (5). Yamamoto foi reconhecido pelo seu ‘estilo tranquilizador’ e pela criação de ‘sociedades harmônicas apesar da diversidade de identidades’. Riken Yamamoto vence o Prêmio Pritzker de arquitetura
Eugene Hoshiko/AP
O japonês Riken Yamamoto ganhou nesta terça-feira (5) o Prêmio Pritzker 2024, considerado o Nobel da arquitetura, anunciado pela organizadora da premiação em um comunicado que elogia o “estilo tranquilizador” do profissional.
“Riken Yamamoto, arquiteto e militante social”, cria “sociedades harmônicas apesar da diversidade de identidades, economias, políticas, infraestruturas e residências”, destacou o texto.
Entre os trabalhos mais notáveis de Yamamoto estão:
A Universidade Nagoya Zokei, no Japão, concluída em 2022;
The Circle no aeroporto de Zurique, na Suíça, finalizada em 2020;
e a Biblioteca de Tianjin, inaugurada na China em 2012.
O comunicado do prêmio indicou que Yamamoto foi escolhido “principalmente por nos lembrar que na arquitetura, assim como na democracia, os espaços devem ser criados pela vontade do povo”.
“Para mim, reconhecer o espaço é reconhecer toda uma comunidade”, afirmou o prestigiado arquiteto nascido em 1945, em Pequim. Após a Segunda Guerra Mundial, ele emigrou para Yokohama, no Japão.
“A abordagem arquitetônica atual enfatiza a privacidade, rejeitando a necessidade de relações sociais. No entanto, ainda podemos honrar a liberdade de cada indivíduo enquanto vivemos juntos no espaço arquitetônico”, defende Yamamoto, citado pelos organizadores do prêmio.
Conectado com a sociedade
O prêmio foi criado em 1979 pelo falecido magnata Jay Pritzker e sua esposa Cindy, para homenagear algum arquiteto cujo trabalho demonstrasse “uma combinação das características de talento, visão e comprometimento”, afirmou a organização.
“Uma das coisas que mais precisamos no futuro das cidades é criar, por meio da arquitetura, condições que multipliquem as oportunidades para as pessoas se reunirem e interagirem”, disse Alejandro Aravena, presidente do júri e vencedor do Prêmio Pritzker 2016.
“Ao borrar cuidadosamente a linha entre o público e o privado, Yamamoto contribui positivamente além do mandato para capacitar a comunidade”, justificou Aravena.
Tom Pritzker, diretor da Fundação Hyatt, que promove o prêmio, destacou que Yamamoto “desenvolve um novo idioma na arquitetura com o qual não apenas cria espaços para as famílias viverem, mas também cria comunidades para que as famílias vivam juntas”.
“Seus trabalhos estão sempre conectados com a sociedade. Cultivam a generosidade de espírito e honram o tempo humano”, acrescentou.
Yamamoto, que mora em Yokohama, receberá o prêmio em Chicago, nos Estados Unidos. O último ganhador do prêmio foi o britânico David Chipperfield.

Matéria: G1 POP & Arte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo