Esporte

Santos se impõe e sai na frente do Palmeiras na decisão do Paulista

Está em vantagem o Santos na decisão do Campeonato Paulista. A equipe alvinegra teve uma boa atuação na noite de domingo (31), na Vila Belmiro, em Santos, e venceu o primeiro jogo da final estadual. Otero, de cabeça, completando boa jogada de Guilherme, definiu a vitória por 1 a 0 da formação do litoral sobre o Palmeiras.

A competição será definida no próximo domingo (7), no Allianz Parque, em São Paulo, onde um eventual empate beneficiará o clube preto e branco. Atual bicampeã, a agremiação alviverde terá de ganhar por ao menos dois gols de diferença ou triunfar por um e brigar pelo tri em uma disputa por pênaltis.

Na Vila, houve equilíbrio na etapa inicial. O Santos tomava a iniciativa e controlava a bola na maior parte do tempo, porém enfrentava a ameaça das chegadas rápidas e objetivas do Palmeiras, que teve a melhor chance construída antes do intervalo: aos cinco minutos, Flaco López recebeu de Endrick em contra-ataque, na frente de João Paulo, e não conseguiu tirar a bola do alcance do goleiro.

Embora não tenham conseguido uma oportunidade tão clara antes do intervalo, os donos da casa tiveram volume de jogo e chegaram com perigo à área do rival. Guilherme causava problemas ao adversário pela ponta esquerda, onde achou espaço para três finalizações, mas os times desceram ao vestiário sem gols.

A única alteração para o segundo tempo –realizada ainda no finzinho do primeiro, por lesão– foi a presença de Morelos no ataque alvinegro, no lugar de Julio Furch. O panorama, no entanto, não mudou, e o Santos voltou a apostar nos avanços pelo lado esquerdo, onde encontrou o caminho para a rede.

Aos três minutos, Guilherme recebeu de Pituca no mano a mano com Marcos Rocha, driblado com facilidade. O cruzamento chegou à entrada da pequena área. Piquerez cochilou e permitiu que Otero cabeceasse livre, ainda que no meio do gol. Weverton preferiu arriscar o canto esquerdo e viu o placar apontar 1 a 0.

O Palmeiras tinha bastante dificuldade e vivia seu pior momento no embate, o que levou Abel Ferreira a fazer três substituições de uma vez, aos 20: entraram Richard Ríos, Lázaro e Rony nas vagas de Zé Rafael, Endrick e Flaco López. Fábio Carille respondeu trocando Giuliano e Otero por Cazares e Pedrinho.

Abel ainda apostou em Vanderlan e Estêvão, e o Palmeiras conseguiu estabelecer alguma pressão nos 15 minutos derradeiros. Rony apareceu bem para finalizar duas vezes, errando o alvo em uma e parando em João Paulo em outra. O goleiro voltou a aparecer bem para impedir gol contra de Felipe Jonatan, e o Santos terminou a primeira perna da decisão em vantagem.

“Feliz pelo resultado. A gente fez uma preparação muito boa para uma vitória dentro de casa, com nossa torcida. Mas não conseguimos nada. Temos 90 minutos lá e precisamos continuar com a mesma humildade para conquistar o título”, afirmou Otero. “É um jogo de 180 minutos. Perdemos o primeiro tempo. Vamos estar com nossa torcida para ser campeões”, respondeu Luan.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo