Esporte

Santos vence e dorme na vice-liderança da Série B

Nesta segunda-feira (1), o Santos venceu a Chapecoense por 1 a 0, na Vila Belmiro, pela 13ª rodada da Série B. O gol foi marcado por Willian do Bigode aos 47 minutos do segundo tempo.

Com a vitória, o Santos chega a 22 pontos e assumiu provisóriamente a vice-liderança. O América-MG, que também tem 22 pontos, enfrenta o Goiás, nesta terça (2), no Hailé Pinheiro. Já a Chape ficou com 14 pontos, um acima do Z-4.

Do Bigode

Após cobrança de escanteio, Souza cruzou na primeira trave. Willian subiu sozinho e se tornou o herói da noite.

O jogo

Jogando em casa, o Santos tentou pressionar no começo, mas quem acabou criando a primeira chance real de gol foram os visitantes. Com três minutos, Jair errou na saída e deixou nos pés de Marlone, que tocou para Thomás. O meia bateu firme para a defesa de Brazão.

O Peixe respondeu aos seis. Após bela jogada coletiva pela direita, Julio Furch soltou uma pancada da entrada área e Cavichioli defendeu em dois tempos. Na sequência, Otero puxou da esquerda para o meio e finalizou para nova defesa do goleiro.

Com o relógio marcando 23 minutos, Weslley Patati teve uma chance de ouro de abrir o placar. O atacante pegou a bola no meio de campo e partiu sozinho em direção ao gol. O garoto, porém, tentou encobrir Cavichioli, que defendeu sem dificuldades.

A Chape voltou ao ataque aos 30. Marcelinho tentou cruzar, a bola desviou em Pituca e quase enganou Brazão, que conseguiu mandar para escanteio. Na cobrança, Habraão cabeceou, Brazão se atrapalhou ao tentar agarrar e foi obrigado a se esticar todo para espalmar o arremate de Thayllon no rebote.

Com 38, Patati arrancou pelo meio e deixou para Giuliano, que acionou Furch na área. O atacante deu belo corte no defensor e, pressionado pela defesa, bateu mascado para mais uma intervenção de Cavichioli.

2º tempo

Na volta do intervalo, o Alvinegro Praiano se manteve no ataque. Aos quatro minutos, Pedrinho tabelou com Furch e deixou na medida para Pituca. Da meia-lua, o volante chutou no ângulo, porém Cavichioli fez ótima defesa. No lance seguinte, o capitão santista recebeu bom passe na área e obrigou o arqueiro rival a defender novamente.

A Chapecoense chegou ao ataque aos 12. Marcelinho recebeu com muita liberdade na direita e cruzou rasteiro para Marcinho, que parou em Brazão. No rebote, Foguinho, em posição de impedimento, isolou.

Os mandantes responderam logo na sequência. Pedrinho foi acionado em profundidade, limpou a marcação e concluiu no pé da trave. Já aos 22, Furch recebeu cruzamento e cabeceou nas mãos de Cavichioli.

A partir de então, o Santos seguiu rondando a área adversária, mas encontrou muitas dificuldades para criar chances reais de gol. Aos 41, Pituca pegou a sobra na entrada da área e buscou o ângulo, porém errou a mira. Nos acréscimos, Mateus Xavier fez boa jogada individual e tirou tinta da trave.

Já aos 47, saiu o gol salvador do Santos. Em cobrança de escanteio, Willian Bigode desviou na primeira trave e abriu o placar na Vila Belmiro.

Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas




CNN Esporte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo