Notícias

Sem acordo, Congresso dos EUA tem 3 dias para evitar paralisação do governo

O líder da maioria no Senado, o democrata Chuck Schumer, e o presidente da Câmara, o republicano Mike Johnson, têm trocado acusações, apesar de um acordo alcançado no mês passado sobre 1,59 trilhão de dólares em gastos discricionários para o ano fiscal.

“Acreditamos que podemos chegar a um acordo sobre essas questões e evitar uma paralisação do governo. E essa é a nossa primeira responsabilidade”, disse Johnson aos repórteres na terça-feira.

Os membros mais conservadores de sua pequena maioria republicana têm buscado cortes de gastos e alterações em políticas, inclusive algumas relacionadas ao aborto e à ajuda alimentar, nos projetos de financiamento federal, aos quais os democratas têm se recusado a aceitar. A falta de um acordo desencadeará uma paralisação parcial do governo a partir de sábado.

Um segundo prazo para um grupo maior de agências federais que ficariam sem financiamento em 8 de março também se aproxima.

Schumer disse aos repórteres na terça-feira que os parlamentares tinham feito progressos nas negociações para financiar o governo, mas ainda não haviam finalizado nada.

“Não há razão para uma paralisação, não se ambos os lados em ambas as Casas cooperarem de forma bipartidária”, disse a democrata Patty Murray, presidente do Comitê de Apropriações do Senado, na terça-feira.

Matéria: UOL Notícias

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo