Política

Sem acordo, governo prorroga grupo de trabalho sobre Ferrogrão

O grupo de trabalho criado pelo governo federal para discutir a Ferrogrão, que levará soja de Mato Grosso para o Pará, foi prorrogado por 180 dias. Nos bastidores, as discussões sobre o traçado, que atravessa áreas ambientais, estão emperradas.

Com 1.000 km de extensão, a ferrovia Ferrogrão é apoiada por agricultores e empresas de grãos que afirmam que ela reduziria a dependência de estradas e reduziria os custos de transporte de soja de Mato Grosso para os portos fluviais na bacia amazônica.

No entanto, partidos de esquerda, como o PSOL, e movimentos indígenas pedem mais estudos para avaliar o impacto da ferrovia sobre o meio ambiente e desmatamento na Amazônia. Povos indígenas defendem rever o traçado para que não atravesse o Parque Nacional do Jamanxim, que é uma Unidade de Conservação.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo