Economia

Setor público tem déficit primário de R$ 37 bilhões em novembro

No mês, o resultado fiscal foi composto por um déficit de R$ 38,923 bilhões do Governo Central (Tesouro Nacional, Banco Central e INSS). Já os governos regionais (Estados e municípios) influenciaram o resultado positivamente com R$ 1,996 bilhão em novembro. Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 3,672 bilhões, os municípios tiveram resultado negativo de R$ 1,676 bilhão. As empresas estatais registraram dado deficitário de R$ 343 milhões.

Déficit nominal

O setor público consolidado registrou um déficit nominal de R$ 80,887 bilhões em novembro. Em outubro, o resultado nominal havia sido deficitário em R$ 47,48 bilhões e, em novembro de 2022, o saldo foi negativo em R$ 70,371 bilhões. No ano até novembro, o resultado deficitário é de R$ 773,987 bilhões. Em 12 meses, as contas consolidadas do País tiveram déficit nominal de R$ 844,808 bilhões – 7,82% do Produto Interno Bruto (PIB).

O resultado nominal representa a diferença entre receitas e despesas do setor público, já após o pagamento dos juros da dívida pública. No penúltimo mês de 2023, o governo central registrou déficit nominal de R$ 74,221 bilhões. Os governos regionais tiveram saldo negativo de R$ 6,049 bilhões, enquanto as empresas estatais registraram déficit nominal de R$ 617 milhões.

Dívida bruta do governo geral fica em 73,8% do PIB em novembro

A dívida pública brasileira subiu em novembro. Dados divulgados pelo Banco Central mostram que a Dívida Bruta do Governo Geral ficou em R$ 7,972 trilhões em novembro, o que representa 73,8% do Produto Interno Bruto (PIB) – contra 73,7% em outubro.

Matéria: UOL Economia

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo