Política

STF derruba vínculo empregatício de motorista de aplicativo

A primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por unanimidade, derrubar uma decisão da Justiça do Trabalho que reconhecia o vínculo de emprego de um motorista com a plataforma Cabify.

A empresa recorreu diretamente ao STF após o Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3), de Minas Gerais, reconhecer o vínculo de trabalho.

Os ministros também rejeitaram a ação trabalhista sobre o caso que está em análise no Tribunal Superior do Trabalho (TST). No entanto, um outro processo semelhante será levado ao plenário do STF para definir um entendimento geral sobre o assunto. Segundo os ministros, a Justiça do Trabalho tem descumprido o posicionamento do Supremo nesse tema.

A Cabify argumentou que a decisão do TRT-3 vai contra posicionamentos já tomados pelo Supremo. O relator do caso, ministro Alexandre de Moraes, foi seguido pelos ministros Cristiano Zanin, Luiz Fux e Cármen Lúcia. Em julho, Moraes já havia suspendido o trâmite da ação na Justiça do Trabalho.

Matéria: O Antagonista

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo