Economia

Tesla e ações de megacapitalização embalam S&P 500 e Nasdaq a fecharem em alta

Os principais índices acionários de Wall Street fecharam em alta nesta terça-feira, impulsionados pelos ganhos da Tesla e de ações de crescimento de megacapitalização, mas os volumes foram reduzidos antes do feriado de Dia da Independência dos Estados Unidos e da divulgação da criação de vagas fora do setor agrícola de junho, na sexta-feira.

O relatório Jolts mostrou que as vagas de emprego em aberto nos EUA aumentaram em maio, depois de registrarem quedas nos dois meses anteriores, mas as demissões aumentaram em meio à desaceleração da atividade econômica.

Os dados são os primeiros da série de relatórios de emprego dos EUA desta semana, em especial a divulgação na sexta-feira da criação de vagas fora do setor agrícola de junho, que será crucial para avaliar se o mercado de trabalho norte-americano continua resiliente em um cenário de juros nos níveis mais altos em décadas.

Continua depois da publicidade

Aprenda a receber até 200% acima da poupança tradicional sem abrir mão da simplicidade e da segurança 

O Dow Jones subiu 0,41%, para 39.331,85 pontos. O S&P 500 ganhou 0,62%, para 5.509,01 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq ganhou 0,84%, para 18.028,76 pontos.

A Tesla atingiu seu nível mais alto desde o início de janeiro, depois que a fabricante de veículos elétricos informou uma queda menor do que a esperada de 5% nas entregas de veículos no segundo trimestre.

Continua depois da publicidade

Ações de megacapitalização, como a Apple, subiram 1,6%, enquanto a Amazon.com e a Alphabet também avançaram, com os rendimentos dos Treasuries em baixa.

O chair do Federal Reserve, Jerome Powell, disse em um painel que os dados econômicos recentes representaram um “progresso significativo”, embora tenha destacado que o Fed precisa ver mais antes de mudar sua política monetária.

“O que o Fed realmente quer ver é um novo aumento no desemprego e, em seguida, uma desaceleração com relação à criação de novos empregos”, disse o presidente-executivo da Genter Capital Management, Dan Genter, que acrescentou que a recente moderação da inflação poderia ser um sinal verde para o Fed começar a considerar cortes nos juros.

Infomoney

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo