Economia

um balanço do Itaú BBA sobre o setor em 2023 e as apostas do banco para 2024

Acertos com Hidrovias (HBSA3) e Adecoagro e erros com Vittia (VITT3) e SLC (SLCE3) foram as conclusões do Itaú BBA sobre a cobertura do setor agrícola em 2023. O time de análise do banco trouxe, em relatório publicado nesta quarta (3), sua visão para 2024.

Em relação ao que foi apresentado em 2023, o BBA destacou que 3tentos (TTEN3) e São Martinho (SMTO3) tiveram desempenho positivo, mas em linha com o Ibovespa, como Raízen (RAIZ4). Para 2024, as companhias são consideradas de forma diversa, com possibilidade de revisão para baixo para 3tentos e São Martinho com “catalisadores limitados a curto prazo”.

Dentre os acertos, o banco entendeu que Hidrovias foi um “hit” e que a mudança de recomendação, que elevou o nome para outperform (desempenho acima da média, similar a compra), realizada em março foi “provavelmente a melhor decisão que tomamos durante o ano, caso contrário, teríamos perdido a alta de 107% que se seguiu”.

Continua depois da publicidade

O BBA atribuiu o sucesso da decisão ao reconhecimento de quando uma avaliação tornou-se muito barata, ainda que as preferências relativas estejam em outro lugar. A visão para o nome em 2024, no entanto, é menos otimista, uma vez que a seca presente nas Operações do Norte causou queda de 15% nos papéis. A revisão para baixo ainda não precificou totalmente o cenário, na visão dos analistas, e a cautela para o nome prevalece, ainda que a recomendação permaneça a mesma.

A Rumo (RAIL3) é vista destaque como acerto no relatório e ainda seria um nome analisado com otimismo, considerando os fundamentos sólidos da empresa e, no curto prazo, a expectativa de resultados fortes nos próximos trimestres.

Condições climáticas em foco em 2024

Um dos principais pontos da análise tanto de Hidrovias quanto de outros nomes do setor é o cenário de condições climáticas consideradas “desafiadoras”.

“Não nos lembramos a última vez que discutimos nível de chuva com tanta frequência como em 2023. Aprendemos que o El Niño pode ter impactos sem precedentes na produção de grãos do Mato Grosso, ao mesmo tempo que ajuda a colheita na Argentina; que ele pode reduzir o calado dos rios do Norte, mesmo na região amazônica, para patamares nunca vistos; e que ele pode afetar a alavancagem operacional e a diluição de custos das usinas de açúcar e etanol, dentre outros impactos”, aponta a análise.

A expectativa dos analistas é que as preocupações se intensifiquem em 2024, com olhares voltados para o início da colheita no Mato Grosso, a recuperação do calado dos rios no Norte e o início da colheita de cana-de-açúcar no Centro-Sul.

Com esses eventos como foco, o BBA enxerga como possível apostar ainda em nomes resilientes que unam boas perspectivas de crescimento e qualidade. Dentre eles, no segmento de Lavoura, estão 3tentos e Vittia, Rumo para logística e Raízen em açúcar e etanol.

Dentre os nomes abaixo das expectativas em 2023, o banco destacou SLC, Raízen e Vittia. Para SLC, o otimismo perdura no longo prazo já que, para os próximos meses, o BBA espera que a negociação dos papéis seja muito direcionada pelas tendências de curto prazo nos preços dos grãos. Considerando que os preços ainda se apresentam sob pressão, o nome seria uma boa escolha apenas para investidores focados no longo prazo.

Já para Raízen e Vittia, apesar de desempenho abaixo das expectativas em 2023, analistas ainda seguem confiantes na melhora de resultados no curto prazo. Os papéis da Vittia são vistos em momento de oportunidade de compra, enquanto Raízen ainda detém visão construtiva por parte dos analistas.

Masterclass Gratuita

O Ano da Virada

Descubra onde estarão as melhores oportunidades para multiplicar o seu patrimônio e ganhar uma renda extra em 2024

Infomoney

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo