Economia

vendas de veículos têm forte queda em fevereiro em meio a guerra de preços

As vendas de veículos na China caíram acentuadamente em fevereiro, com demanda mais fraca durante o feriado do Ano Novo Lunar e em meio a intensificação da guerra de preços no maior mercado de automóveis do mundo.

As vendas no varejo de automóveis de passageiros na China caíram para 1,095 milhão de unidades, uma queda de 21% em relação ao mesmo mês do ano anterior e 46% em relação a janeiro, informou a Associação de Automóveis de Passageiros da China (CPCA, na sigla em inglês).

A associação atribuiu o declínio acentuado à menor demanda antes do Ano Novo Lunar e a alguns consumidores antecipando as compras para o início do ano. Os consumidores também estão mais contidos após a última ronda de cortes de preços, à medida que a concorrência se intensifica no mercado da China, afirmou a CPCA.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

As vendas no varejo de carros de nova energia, que incluem veículos elétricos e híbridos, caíram 12%, para 388 mil unidades. A Tesla entregou 60.365 carros fabricados em sua fábrica em Xangai em fevereiro, o menor valor mensal desde o final de 2022, mostraram os dados.

As exportações de veículos de nova energia aumentaram 0,1%, para 79 mil unidades, mas caíram 20% em relação ao mês anterior. A Tesla exportou 30.224 carros fabricados na China em fevereiro, uma queda de 4,25% em relação a janeiro. As exportações de automóveis de passageiros da China aumentaram 18% em relação a fevereiro do ano anterior, para 298 mil unidades, mostraram os dados.

A CPCA disse que espera um forte aumento na produção e nas vendas este mês em comparação com fevereiro, já que muitas montadoras provavelmente lançarão novos produtos após o Ano Novo Lunar. As medidas governamentais destinadas a aumentar o consumo e reduzir os custos das matérias-primas para baterias de veículos elétricos também apoiarão o desempenho de março, afirmou.

Infomoney

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo