Esporte

Viva Flor: homem é preso em 15 minutos após vítima acionar aplicativo

Um homem foi preso em 15 minutos por descumprir a Medida Protetiva de Urgência nesta sexta-feira (17/3). Ao perceber o suspeito próximo, a vítima acionou o dispositivo Viva Flor pelo celular, que emitiu um sinal de alerta à polícia. O agressor foi detido e encaminhado à 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião). Esta é a sétima prisão realizada com o equipamento para monitorar vítimas.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a mulher estava dentro de um ônibus quando viu o agressor. Assustada, ela usou o dispositivo para pedir ajuda. Nesse momento, a vítima foi orientada a permanecer dentro do coletivo até que os policiais militares chegassem.  A PM foi acionada pela Diretoria de Monitoramento de Pessoas Protegidas.

2 imagens

Objetivo é tranquilizá-la enquanto aguarda a polícia. 

1 de 2

Dispositivo permite manter contato com a vítima

Secretaria de Segurança Pública/ Dvulgação

2 de 2

Objetivo é tranquilizá-la enquanto aguarda a polícia. 

Secretaria de Segurança Pública/ Dvulgação

Com o dispositivo, também foi possível manter contato com a mulher para que ela ficasse tranquila enquanto aguardava a polícia.

Para o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar, a ação mostra a importância desse tipo de tecnologia para amparar mulheres ameaçadas. “O ideal era que as medidas protetivas não fossem descumpridas, mas, para contribuir com o acolhimento e proteção das vítimas de violência, há o dispositivo”.

A secretária da Mulher informou que esse é um método de ampliar a rede de proteção às vítimas e incentivar que usem cada vez mais os canais de denúncia. “As mulheres que são vítimas de agressões estão tendo apoio por meio de um aplicativo de celular, com acesso fácil e rápido”, destacou.


Metrópoles – Esporte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo